segunda-feira, 21 de maio de 2018

Farmácias do Lafepe

É lamentável a situação caótica que se encontram as Farmácias do Lafepe, no Recife, em Pernambuco. Muitas delas funcionando com dois funcionários e a falta de medicamento é gritante. Nem Dipirona tem para vender. Seria bom que o Governo do Estado, fechasse de uma vez por todas tanto as Farmácias como o Laboratório, pois só vem causando despesas aos contribuintes, pois somos nós que ainda estamos bancando os salários dos funcionários que ainda resta. E haja falta de competência dos seus administradores. Foto: Firmino Caetano Junior. Recife-PE

3 comentários:

  1. Lafepe responde ao Site do Firmino Caetano Junior: A sua demanda está sendo encaminhada para a Ouvidoria do Lafepe, para que a mesma possa investigar o caso e tomar as medidas cabíveis. Havendo possibilidade de atendimento, este setor entrará em contato no menor espaço de tempo possível. Assessoria de Imprensa do Lafepe

    ResponderExcluir
  2. Este site é realmente muito eficiente, pois pelo que tenho visto, os órgãos denunciados respondem para o seu editor. Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Resposta do Lafepe: Agradecemos o contato e a oportunidade de compartilhar informações importantes sobre as farmácias e as fábricas do Lafepe. Com relação aos medicamentos à venda nas 35 unidades da rede, informamos a conclusão, com êxito, de mais um processo aquisitivo. O reabastecimento está previsto para os próximos dias. Além da venda de medicamentos e óculos, em breve, essas unidades estarão com novos serviços à população, no formato de Consultórios Farmacêuticos. Sobre as fábricas que compõem o laboratório, o Lafepe classifica-se como importante fornecedor do Ministério da Saúde para atendimento de protocolos vinculados ao SUS. É produzida aqui parte dos antirretrovirais que compõem o coquetel para tratamento dos soropositivos. Também saem das fábricas do Lafepe três medicamentos distribuídos pelo SUS para tratamento da esquizofrenia e transtorno bipolar (Clozapina, Quetiapina e Olanzapina). Vale ressaltar que o laboratório pernambucano é fornecedor exclusivo desses três medicamentos. Recentemente foram aprovados, pelo Ministério da Saúde, em favor do Lafepe, cinco projetos executivos para produção de medicamentos, através de Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo com laboratórios privados. Entre esses laboratórios parceiros, alguns com atuação internacional como Gilead e Janssen (do grupo Johnson & Johnson). Essas novas parcerias trarão para o laboratório pernambucano transferência de tecnologia avançada e a produção de novos medicamentos para o tratamento da hepatite C, da esclerose múltipla, novos antirretrovirais e antiviral para pacientes com o vírus H1N1. No que tange às questões financeiras do Lafepe, informamos, segundo balanço publicado no último mês de abril, que este equipamento é superavitário, gerando inclusive recursos, como dividendos, para o Estado de Pernambuco. O bem servir nas políticas de Saúde Pública é parte da missão do Lafepe e será, sempre, uma prioridade de gestão. Assessoria de Imprensa do Lafepe

    ResponderExcluir